28 de novembro de 2016

Minhas primeiras tentativas com bordado

Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica

Há pouco mais de dois anos atrás, comecei a me encantar com bordados. Já tinha um interesse nisso, mas ele foi deixado de lado por um tempo. Uns bons anos atrás, já cheguei a tentar alguma coisa com uns materiais que minha mãe tinha, sem nenhuma base ou inspiração, só intuitivamente, rs.


Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica

Na época tudo que eu conhecia sobre bordado eram toalhas de mesa, panos de prato e capas pra utensílios domésticos. Alguns até bem feitos, mas ainda não me despertavam a vontade de tentar fazer.
Foi só há alguns meses atrás, como eu tinha dito antes, que eu realmente vi as coisas que eram possíveis de se bordar. A internet, principalmente o pinterest me ajudou muito nesse sentido. Eu estava descobrindo uma nova forma de ilustrar e também de enfeitar coisas. Comecei a conhecer e entender os diversos tipos de ponto, os tecidos tradicionais em que se bordava, e depois disso, só me faltava colocar em prática.
Foi aí que num trabalho da faculdade eu vi a oportunidade pra fazer algo. A gente tinha que transformar um exercício feito no papel em algo tridimensional. O que eu fiz nem tinha a ver com bordado, mas acho que eu tava tão empolgada em bordar alguma coisa, que continuei com a ideia. E foi na prática que eu percebi que ainda faltavam coisas a aprender. Eu não tinha um bastidor, o que só nao foi tão ruim porque o tecido era grosso, mas eu percebi que não daria certo numa próxima tentativa estar sem. Além disso, nem sempre as linhas ficavam totalmente preenchidas quanto eu queria, então eu tinha que fazer algumas correções, o que não comprometia a qualidade, mas era só olhar no verso que dava pra ver a bagunça.

Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica

Depois disso, me aventurei em bordar outras coisas (muitos nomes em toalhas, rs), e aprendendo bastante, também sobre ponto cruz, que não era bem como eu imaginava que fosse, mas sempre me deixando com vontade de tentar cada vez mais coisas.
Agora sim, as imagens:

Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica

Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica
Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica
Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica
Moletom bordado em falso ponto cruz
Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica
Detalhe do falso (bem falso) ponto cruz do moletom acima

Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica
Camiseta bordada com linha de novelo nos pontos corrente e atrás
Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica
Bordado feito pra um estojo de lápis feito de lona de algodão nos pontos corrente e esse outro que não sei ao certo, mas chamo de 'ponto arroz'

Por último, já nesse ano, pude fazer uma oficina de bordado com uma bordadeira contemporânea aqui da cidade, onde consegui sistematizar um pouco o que tinha aprendido na internet, e ver onde eu estava errando e acertando, além de aprender algumas coisinhas novas que ajudaram muito em termos de acabamento e economia de material. E a foto abaixo é do bordado resultado dessa oficina:

Primeiras tentativas com bordado | Amavelmente Irônica
Bordado resultante da oficina de bordado com Bela Bordadeira aqui em Recife, esse ano
E esse bordado acabou sendo uma influência pra tentar cada vez mais coisas, com novos pontos, texturas e materiais. Mas por enquanto, essas foram minhas primeiras tentativas com bordado.



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Então, o que achou?
Sua opinião é sempre importante (:

;