1 de dezembro de 2016

Esopo

Esopo | Amavelmente Irônica

Fábulas fazem parte do imaginário de todos, desde a infância. Muitas das histórias que parentes e professores nos contam são fábulas, e muitas das que lemos nos livros também. Mas com o passar do tempo, nesse ritual em que a história passa de geração em geração, alguns detalhes das histórias se perdem ou se modificam. Às vezes também é preciso fazer adaptações, dependendo pra quem se vai contar.

Fábulas são, em geral, histórias curtas, onde muitas vezes os personagens principais são animais, e a estória surge de encontros entre esses animais, cada um com características já traçadas (raposa como esperta, traiçoeira, tartaruga como lenta, etc) e de onde se pode aprender uma lição, chamada de moral.

Assim que eu soube que podia existir mais do que o que eu conhecia sobre fábulas, fiquei curiosa pra ler algum livro com as versões completas. Achei essa edição, que além de tudo, é linda: capa em algo que parece uma camurça sintética, com o título impresso em serigrafia, e ilustrações simples, mas que mostram o tom verdadeiro dessas historietas.


Esopo | Amavelmente Irônica

Esopo | Amavelmente Irônica

Esopo | Amavelmente Irônica


Falar sobre essas histórias sem falar dessa edição específica é difícil, já que o jeito que ela foi construída deu o tom do livro todo. As cores escuras, as histórias escritas de forma seca, cada uma em uma página, sem pequenas ilustrações associadas (porque na verdade as ilustrações existentes, mesmo com traço simples, mostram a natureza cruel das fábulas e a sua associação (através da moral) com os comportamentos humanos.

Estamos acostumados a ver animais, principalmente em histórias tidas como infantis, como criaturas fofinhas e que só merecem nosso amor e apreciação. Mas enquanto lemos essas fábulas, lembramos que existe toda uma cadeia alimentar (alguns bichos precisam matar outros pra comer, o que é cruel mas também invevitável), e que algumas espécies carregam consigo características específicas que se tornam estigmas nas fábulas através dos anos. É nesse estigma que têm origem muitas expressões e metáforas ainda usadas para alguns aspectos do comportamento humano. Afinal, também somos animais, no fim de tudo, e também estamos suscetíveis a alguns comportamentos mais instintivos. Felizmente, temos a capacidade de ler as morais no fim das histórias e refletir sobre o nosso comportamento pessoal e como sociedade.

Esopo - Fábulas completas foi publicado pela (finada) Editora Cosac Naify, tem 564 páginas e capa semi-rígida.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Então, o que achou?
Sua opinião é sempre importante (:

;